Dia-Mundial-Diabetes-site

Dia 14 de novembro é o Dia Mundial do Diabetes. De acordo com dados da Federação Internacional de Diabetes (IDF), que lidera a campanha, em todo o mundo mais de 400 milhões de pessoas têm a doença e um alto percentual vive em países em desenvolvimento. No Brasil, segundo o Ministério da Saúde, já são cerca de 14 milhões de pessoas com diabetes e aparecem 500 novos casos por dia.

Campanha do Dia Mundial do Diabetes, que acontece desde 1991.

A campanha para a Resolução das Nações Unidas sobre Diabetes foi liderada pela Federação Internacional de Diabetes (IDF). Ela é representada por um ícone simples, que pode ser facilmente adaptado e usado em todos os lugares. O ícone clama a união pelo diabetes e simboliza o apoio à
Resolução das Nações Unidas sobre Diabetes.

O Conceito

Desde o início, a IDF buscou um símbolo simples, de modo a facilitar a reprodução em larga escala e facilitar o uso para qualquer pessoa que quisesse dar apoio à campanha. A ideia era ser algo tão simples, que uma criança pudesse desenhar com um giz de cera. O ícone pode ser facilmente reproduzido a um baixo custo e é facilmente integrado a qualquer campanha pelo diabetes.

A Escolha da Forma

Os círculos estão sempre presentes na natureza e têm sido usados como símbolo desde os primórdios da civilização. O significado do círculo é extremamente positivo. Em várias culturas, simboliza a vida, a mãe terra e a saúde. Nesta campanha, ele simboliza a união. A comunidade global de diabetes se juntou para dar apoio à Resolução das Nações Unidas sobre Diabetes. Nossas forças unidas foram a chave para fazer essa campanha tão especial.

A Escolha da Cor

O azul representa o céu e é a mesma cor da bandeira das Nações Unidas, que representa também a união entre os países. É a única entidade que pôde apelar aos governos de todos os lugares que era hora de reverter a epidemia global de diabetes, que ameaça o avanço econômico e que causa tanto sofrimento.

Este ano, a SBD – Sociedade Brasileira de Diabetes em parceria com a SBEM – Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, com o apoio da ADJ – Associação de Diabetes Brasil,FENAD – Federação Nacional de Associações e Entidades de Diabetes, a ANAD – Associação Nacional de Assistência ao Diabético e a Diretoria de Promoção da Saúde da Sociedade Brasileira de Cardiologia, estão realizando diversas atividades pelo país, no dia 14 de novembro, para marcar a data.

O objetivo destas atividades é chamar a atenção dos brasileiros para a importância de cuidados como o controle da alimentação e a prática de atividades físicas, capazes de prevenir e controlar o diabetes tipo 2, responsável por mais de 90% dos casos da doença e o único tipo de diabetes que pode ser evitado. Os problemas cardiovasculares, como infarto do miocárdio e acidente vascular cerebral, são as maiores causas de mortalidade no diabético, o que pode ser evitado com a prevenção da doença.

Este ano, o tema central da campanha foca a adoção de uma alimentação saudável, prática do exercício físico e educação em Diabetes, que tem como objetivo a necessidade crescente de informações à população sobre o diabetes e o aumento de programas de prevenção, para evitar ou retardar a doença. Por isso, como parte da campanha, foi lançado um Concurso de Culinária Saudável em São Paulo e alguns estados como Sergipe e Rio de Janeiro, já estão com tudo pronto para corridas que vão chamar a atenção da população para o problema.

Dia 14, diversos monumentos em todo o mundo também serão iluminados de azul, chamando a atenção para a data. No Brasil, nos últimos anos, vários edifícios e monumentos foram iluminados, entre eles cartões postais como o Cristo Redentor e o Maracanã no Rio. E 160 países participaram da
iniciativa, que foi idealizada em 1991, pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e pela Federação Internacional de Diabetes (IDF), como resposta ao aumento dos casos da doença no mundo, que pode dobrar na próxima década se não forem tomadas medidas urgentes, segundo a OM.

A SBD (Sociedade Brasileira de Diabetes) vem atuando, como já faz há 10 anos, estimulando seus associados e parceiros a chamar a atenção para o grave problema de saúde que é o diabetes, seus números alarmantes de crescimento de prevalência no Brasil e no mundo e o esforço para combatê-lo, produzindo textos de esclarecimento, folhetos e cartazes, palestras e simpósios para educar e prevenir a população.

Dr Fulvio Clemo Santos Thomazelli – CRM SC 7031

Presidente Sociedade Brasileira de Diabetes -Regional Santa Catarina
Gestão Bienio 2014/2015

error: Este conteúdo está protegido. É proibido a sua cópia.