Próximo ao reinicio dos trabalhos nas lojas maçônicas, em cujos quadros estão os contribuintes da Fundação Hermon, os quais dão suporte financeiro para as atividades desenvolvidas em favor das crianças e adolescentes Catarinenses, as quais se encontram matriculados em nossos estabelecimentos educacionais e conveniados desejamos agradece-los pelo investimento social que fazem.

Não obstante tenhamos uma quantidade significativa de colaboradores e contribuintes, ainda necessitamos de mais ajuda para mantermos os estabelecimentos da Fundação Hermon em funcionamento e oferecendo, de maneira digna, serviços de qualidade, seja no ensino regular e no reforço escolar, eis que a malfada inflação esta a corroer as nossas finanças e se assim continuar teremos grande dificuldade de manter o BRAÇO SOCIAL DA MAÇONARIA CATARINENSE funcionando adequadamente.

No ano que passou participamos de relevantes serviços nos campos da educação que atuamos em Laguna, Palhoça e Blumenau, acrescidos da excelente trabalho na recuperação de dependentes químicos que estão internos no Centro Ambiental Hermon de Porto União e da inclusão digital de adolescentes que é proporcionada pela quase centenária Escola Pedro Bosco, na cidade de Florianópolis, através de convênios com os centros comunitários dos bairros: Monte Verde. Saco dos Limões e Costeira do Pirajubaé.

É certo que o pouco que vimos realizando, em face da magnitude da Maçonaria, que com tanto orgulho a ela pertencemos, porem, se contarmos com a adesão de mais contribuintes e colaboradores muito ainda faremos pelas crianças desassistidas e dependentes químicos, oferecendo-lhes melhores oportunidades em suas vidas.

“AJUDE-NOS A TRAZER MAIS CONTRIBUINTES E LEVAR A IDÉIA AVANTE”

Fonte: Fundação Hermon

error: Este conteúdo está protegido. É proibido a sua cópia.