DSC_2517

Nossa história começou a ser escrita há 20 anos atrás por um grupo de pessoas que sonhava em fazer da sociedade um lugar mais justo. O nosso Bethel surgiu como uma semente plantada em solo novo, o território era desconhecido e os desafios que estavam por vir, misteriosos. Mas, por meio de muito estudo, dedicação e força de vontade das Tias e Tios Desbravadores, foi fundado o Bethel 05 Ceres.

Estar à frente de um grande grupo de pessoas não seria uma tarefa fácil, mas, para esses idealizadores, investir o seu amor e cuidado nessa causa sobressaia-se a enfrentar quaisquer adversidades, regando a semente independente do mal tempo.

Os primeiros passos foram dados. A árvore começava a crescer. Mas, como toda planta delicada exige uma maior atenção, o Bethel teve o auxílio das Lojas Maçônicas, tanto nos momentos de prosperidade quanto nos de infortúnio.

Uma árvore em crescimento precisa fortificar suas raízes continuamente para que possa dar bons frutos. Assim, nos lembramos das primeiras Filhas de Jó de nosso Bethel, as quais foram verdadeiros exemplos de coragem ao enfrentar um desafio tão grande e, ao mesmo tempo, desconhecido. Sem perceber, marcaram o início dessa jornada.

Toda história tem um começo, mas é preciso de pessoas engajadas para dar continuidade ao trabalho. A cada nova gestão, acolhíamos meninas e mulheres que nos inspiravam com o seu jeito de ser e, por trás do carisma ou da timidez, conhecíamos pessoas fantásticas que se doavam de uma maneira inexplicável por essa causa.

Filhas de Jó e Tias que se tornaram tão presentes em nossas vidas quanto nossas próprias famílias fizeram com que a pequena árvore crescesse e se transformasse em algo muito maior do que se havia imaginado no princípio de tudo.

 Durante todos esses vinte anos, não seríamos capazes de retratar o momento mais importante, o feito mais significativo ou a pessoa mais dedicada, pois foi cada reunião, filantropia, seminário e congresso, cada irmã, tia e tio, que marcou e ajudou a escrever a história do Bethel 05 Ceres.

Quando se faz parte de uma Ordem como a das Filhas de Jó, aprender novas virtudes e colocá-las em prática em nossas vidas diárias é apenas questão de tempo. O desenvolvimento pessoal e espiritual não é um objetivo, mas sim uma consequência.

Cada virtude é um fruto dessa árvore que cresceu ao longo dos anos, um ensinamento que adquirimos ao superar cada obstáculo existente em nosso caminho, porém, a virtude é silenciosa, não algo do qual devemos nos vangloriar, mas sim, que devemos praticar todos os dias.

 Aprendemos a virtude do amor,  da fé a empatia, da paciência, da justiça, da amizade, da generosidade, do respeito,, do perdão, da gratidão e da união na sua forma mais pura, mais genuína e sincera, a amar sem pedir nada em troca, sem esperar nenhuma recompensa, a nos doar pelo outro e fazer tudo o que está ao nosso alcance para que todos ao redor sintam-se acolhidos.

 Muito além de um muito obrigado e de gentilezas, sermos sinceros e agir com o coração, superar quaisquer interesses afim de valorizar àqueles que investem o seu tempo e amor pela Ordem, para que todos nós, Filhas de Jó, Membros do Conselho, familiares e amigos, possamos colher os frutos dessa árvore que foi, há tempos, plantada com muito carinho e dedicação. Os motivos para sermos gratos são mais numerosos que as estrelas no céu. A todos os que passaram pelo nosso Bethel, não existem palavras capazes de expressar o tamanho sentimento de gratidão. Vocês foram fundamentais no desenvolvimento dessa árvore e são os responsáveis pelos bons frutos que ela gerou, gera e ainda irá gerar.

DSC_1680

DSC_1817-copy

DSC_1883

DSC_2111

DSC_2126

error: Este conteúdo está protegido. É proibido a sua cópia.