Senador Esperidião Amin recebe representantes da Fundação Hermon com o apoio presencial dos representantes das três Potências Maçônicas; GLSC, GOSC e GOB-SC.

Na tarde do dia 12 de maio, às 16 horas, em seu escritório regional de Florianópolis, o senador catarinense Esperidião Amin Helou Filho recebeu os representantes da Fundação Hermon, Sr. João Eduardo Noal Berbigier, Presidente do Conselho Curador, Sr. Renato Reis Odebrecht, presidente da Diretoria Executiva e representantes das Potências Maçônicas, Sr. Carlos Alberto Pieruccini, Ex-Grão-Mestre, representando o Sr. Sérgio Wallner, Grão-Mestre do Grande Oriente de Santa Catarina – GOSC, Sr. Altair Salésio Rodrigues, Grão-Mestre do Grande Oriente do Brasil Santa Catarina – GOB-SC. O Sr. João Eduardo Noal Berbigier, representou o Sr. Flávio Rogério Pereira Graff, Grão-Mestre da Grande Loja de Santa Catarina – GLSC. Também estavam presentes o Sr. Roberto Borba, Secretário de Comunicação do GOSC e o Sr. Jairo Miguel da Silva, Ex-Venerável Mestre das AARRLLSS Fonte de Luz (Chapecó) e Acácia dos Pinhais (Pinhalzinho), responsável pela intermediação da audiência com o Senador.

Inicialmente o Presidente do Conselho Curador fez a entrega de ofício ao Senador Amin e informou que “se tratava de pedido de ajuda junto ao Ministério do Meio Ambiente onde transita no IBAMA o processo de renovação do contrato de comodato referente as terras onde está situado o Centro Ambiental Hermon – CAH, no município de Porto União-SC. Disse ainda que no mesmo processo consta a solicitação de doação daquela área para que possamos tornar aquele centro de tratamento auto sustentável. Informou que o CAH tem como objetivo o tratamento de dependentes químicos”. O Sr. Renato complementou informando que “atualmente o centro de tratamento tem potencial para atender até 30 internos, mas que existe demanda reprimida nos demais municípios e com a doação daquela área, a Fundação Hermon poderá ampliar suas instalações e assim atender um número maior de solicitações”.

O senador Esperidião Amin, por sua vez, solicitou ao seu chefe de Gabinete, Sr. Amaro da Silva, que agendasse uma audiência imediata com a superintendência e técnicos do IBAMA, mesmo que virtual, para que se aprece este processo devido à importância do trabalho realizado por esta instituição que é reconhecida de Utilidade Pública municipal, estadual e federal. “Vamos tomar todas as medidas necessárias para que isto aconteça”, afirmou o senador.

“Em nossa instituição aceitamos somente pessoas que desejam sair de forma espontânea deste ‘campo minado’ da nossa sociedade atual. De forma coercitiva ninguém é aceito, pois queremos tornar a nossa sociedade melhor por quem deseja isso para si e para os demais. O apoio das Potências Maçônicas de Santa Catarina é muito importante e confiamos na ação do Senador Esperidião Amin junto ao Governo Federal para esta conquista, que será em benefício de toda a comunidade regional”, disse Renato Reis Odebrecht, com o aval de toda a comitiva presente.

A partir da esquerda: Altair Salésio Rodrigues, Grão Mestre do GOB-SC, Carlos Alberto Pieruccini, representando o Grão Mestre do GOSC, Renato Reis Odebrecht, Presidente da Diretoria Executiva da Fundação Hermon, ao centro o Senador Esperidião Amin Helou Filho, João Eduardo Noal Berbigier, Presidente do Conselho Curador, Roberto Borba, Secretário de Comunicação do GOSC e Jairo Miguel, intermediador da audiência.

A partir da esquerda: Altair Salésio Rodrigues, Grão Mestre do GOB-SC, Carlos Alberto Pieruccini, Ex-Grão-Mestre, representando o Grão Mestre do GOSC, Renato Reis Odebrecht, Presidente da Diretoria Executiva da Fundação Hermon, Amaro Lucio da Silva, Chefe de Gabinete do Senador, ao centro o Senador Esperidião Amin Helou Filho, João Eduardo Noal Berbigier, Presidente do Conselho Curador, Roberto Borba, Secretário de Comunicação do GOSC e Jairo Miguel, intermediador da audiência

error: Este conteúdo está protegido. É proibido a sua cópia.