Vídeo compacto deste dia inesquecível.

O XII Jantar das Luzes foi realizado no dia 18 de junho, no salão de eventos da sede da Grande Loja de Santa Catarina, em Florianópolis, e contou com a presença de 300 Irmãos, cunhadas e convidados.

Enquanto ocorria a Sessão de Instalação dos novos Veneráveis do 1º ao 10º Distrito Maçônico da Grande Loja de Santa Catarina, a Cunhada Luciane Albuquerque, esposa do Deputado do Grão-Mestre, Irmão Paulo Albuquerque, recebia as cunhadas no hall de entrada da sede da Grande Loja de Santa Catarina, para uma tarde de confraternizaçāo.

Contando com a presença de aproximadamente 90 mulheres, Luciane justificou a ausência da Cunhada Adriana Graff, contando o quanto ela se dedicou deixando tudo perfeito e lindo para a tarde/noite.

Convidada pela Cunhada Luciane, a Cunhada Celia Steinwandter, esposa do Irmão Wilson Steinwandter, explanou como nasceu o Jantar das Luzes trazendo também reflexão e motivação sobre Luz.

Na sequência a Cunhada Claudia Colaço, esposa do Irmão Rafael de Mello, apresentou o Tema “A Importância das Mulheres na Maçonaria“, referindo-se ao apoio aos seus maridos e à família da Grande Loja de Santa Catarina.

Depois de um intervalo para um saboroso café, Luciane convidou a Cunhada Marise Rodrigues, que apresentou os trabalhos que a Associação Mosaico vem desenvolvendo nos 25 anos de existência, motivando para todas unirem-se à Associação.

Luciane prestou homenagem às cunhadas que estavam deixando a presidências das associações femininas das Lojas, em conjunto com palavras da Cunhada Claudia sobre o tema “Eu e minha Luz“, Luciane prestou homenagem às novas presidentes solicitando para se apresentarem. Com breves relatos das que deixavam o cargo e das que estavam iniciando essa função, Luciane comentou que é visível a grande valia deste momento de integração.

Novas presidentes das Associações femininas. 

Luciane com palavras de gratidão, incentivo e carinho, e com ajuda de cunhadas, ofertou as ex e atuais presidentes, em nome da Grande Loja de Santa Catarina, uma velinha simbolizando a Luz, tema do encontro.

Na sequência as cunhadas uniram-se aos maridos para participarem do Jantar das Luzes.

XII Jantar das Luzes

O Jantar das Luzes é um evento idealizado para registrar simbolicamente a mudança anual da administração das Lojas da Grande Florianópolis quando da Instalação dos novos Veneráveis Mestres.

No palco, os Irmãos Paulo Augusto Meira de Albuquerque, Deputado do Grão-Mestre, e Airton Edmundo Alves, Ex-Grão-Mestre, respectivamente com suas esposas Luciane e Ana Maria, e o cerimonalista Irmão Wilson Antonio Steinwandter, que agradeceu a presença de todos e disse que o ponto alto se dá com a “Passagem da Luz”, ato que tem como objetivo agradecer aos Veneráveis que concluíram suas gestões e desejar sucesso àqueles que iniciam uma nova jornada. Na ocasião, o Irmão Paulo Albuquerque representou o Irmão Flávio Rogério Pereira Graff, Grão-Mestre.

Enquanto os Veneráveis Mestres que deixaram seus cargos e os novos se posicionavam na entrada do salão de eventos da sede da Grande Loja de Santa Catarina, em seu interior, os demais Irmãos, cunhadas e convidados se posicionavam em seus lugares.

Conduzidos pelo Irmão José Domingos Gavioli, Grande 2º Vigilante, os novos Veneráveis entraram no salão de eventos.

No momento em que foi dito “no princípio tudo era escuro, as trevas reinavam de forma absoluta no espaço“, a luz do ambiente foi reduzida ao máximo, e a música “Assim falou Zaratrusta” passou a ser executada.

Então, disse o Grande Arquiteto do Universo, faça-se a luz ……… e a luz foi feita“. Neste momento, o Irmão Nelson Rogério Stähelin, 1º Grande Vigilante, posicionado na frente do palco, foi iluminado por uma luz intensa, e ligou um foco de luz que estava em suas mãos. “Estava criada a luz…… A luz passou a iluminar o universo e por consequência a todos os que nele habitam……. seus corpos e suas mentes.“, no momento em que o Irmão Stähelin começou a levar a luz lentamente até a porta do salão, e num gesto simbólico acendeu as velas dos Veneráveis de Honra.

De forma muito especial essa luz chegou também aos Veneráveis que dirigiram os trabalhos das Lojas neste último período administrativo“. No momento em que a luz chegou até a porta, o Irmão Stähelin apagou o foco de luz. “Conduzidos pelo Irmão Nelson Rogério Sthähelin, Grande 1º Vigilante, adentram neste momento os Veneráveis de Honra trazendo a Luz, Luz que os iluminou durante todo o período Administrativo que se encerra hoje e que deverá iluminar o caminho daqueles que iniciam um novo ciclo”. Cada Venerável de Honra, portando a luz, se posicionou à frente do Venerável de sua Loja. Momento este tendo a música “Mitódea Movimento 1” sendo executada.

Ato contínuo, foram citados os Veneráveis e respectivas Lojas que participaram da cerimônia:

  • Irmão Leopoldo Homrich, da Loja 14 de Julho nº 3
  • Irmão Wandeley Clemente, da Loja Lauro Muller nº 7
  • Irmão Altair Acelon de Melo, da Loja Pitágoras nº 15
  • Irmão Roberto Zardo, da Loja Padre Roma nº 16
  • Carlos Alberto Tavares da Silva, da Loja Alferes Tiradentes nº 20
  • Irmão Fabiano dos Santos, da Loja Duque de Caxias
  • Irmão Eurico Fernando Gonçalves, da Loja Solidariedade nº 28
  • Irmão Rudney Medeiros da Silva, da Loja Padre Roma nº 34
  • Irmão Anísio Ferreira Filho, da Loja Universo nº 43
  • Irmão Roque Antônio Rosseto, da Loja Gênesis nº 47
  • Irmão Adilson Arcendino dos Satos, da Loja Acácia da Arte Real nº 50
  • Irmão Jorge Luiz Klöpel, da Loja Arte Real Palhocense nº 51
  • Irmão Ederson Antonio de Cezaro, Loja União e Verdade nº 53
  • Irmão Rui Roberto Silveira, da Loja Rei Davi nº 58
  • Irmão Giovani André da Silva, da Loja Leão de Judá nº 62
  • Irmão Sandro Jorge da Rosa, da Loja Voluntas nº 75
  • Irmão Erwin Werner Teichmann, da Loja Pedreiros da Liberdade nº 79
  • Irmão Mauro Roger Pinto, da Loja Liberdade e Harmonia nº 81
  • Irmão Juliano Fernandes da Silva, da Loja Arte Real Santamarense nº 83
  • Irmão Hugo Martins Pinto, da Loja Acácia Palhocense nº 97
  • Irmão Marcello Farias Rodrigues, da Loja Delta do Universo nº 98
  • Irmão Mauro Zils Paes, da Loja Aliança, Verdade e Justiça nº 106
  • Irmão Reinaldo Cheraim Chedid, da Loja São Miguel da Terra Firmes nº 110
  • Irmão William Costa Nunes, da Loja Ilha do Desterro nº 119
  • Irmão Gustavo Dzis Giacomini, da Loja Evilásio Ramos Schmitz nº 127
  • Irmão Wander Luiz Rezende, da Loja Giovani di Bernardone nº 129
  • Irmão Victor Leduc Machado, da Loja Alvorada nº 130

 

O Irmão Paulo Albuquerque, Deputado do Grão-Mestre, disse “desejo muito trabalho, serenidade, harmonia, engajamento e sentido de renovação em suas administrações. Tornem os desejos e projetos de suas Lojas uma realidade. A sua hora chegou. Às cunhadas, contamos com a vossa união e congraçamento nos eventos das Lojas“. Ao final de sua mensagem, conduziu a passagem da luz dizendo “Hoje celebramos a passagem da luz e por essa razão solicitamos aos Veneráveis Mestres que deixaram seus cargos que passem neste momento a luz aos novos Veneráveis e que estes em seguida levem esta luz até as mesas onde se encontram os Irmãos e cunhadas de suas Lojas e então acendam todas as velas dos candelabros numa demonstração simbólica de que a luz se multiplicará iluminando cada vez mais o caminho da família Maçônica da Grande Loja de Santa Catarina“.

Ao ser executado o “Hino da Grande Loja de Santa Catarina”, os Veneráveis de Honra passaram as velas acessas aos novos Veneráveis de suas Lojas.

Em seguida, levaram a luz até às mesas onde se encontravam os Irmãos e cunhadas de suas Lojas e acenderam as velas dos candelabros.

Após, o Irmão Paulo Albuquerque convidou todos para o brinde e disse: “Para selar esta confraternização, convidamos a todos para fazermos brinde de forma a compartilhar energia e a luz que emana de cada um de nós“.

E o jantar foi servido.

 

A seguir, mas registros fotográficos:

 

error: Este conteúdo está protegido. É proibido a sua cópia.